Incólume

que não tem perigo, ausente de ferimentos
que está são e salvo, ileso
bem conservado, intacto
adjetivo de dois géneros (feminino e masculino)

ETIMOLOGIA
Do proto-itálico in+kalami: danificado

FONÉTICA
in··lu·me
sotaque de São Paulo: ĩ.kˈɔ.lu.mi
sotaque de Lisboa: ĩŋ.kˈɔ.lu.mɨ

UTILIZAÇÃO
“Mas não sei de que valha imaginar
um outro ser incólume e perfeito
que da minha substância seja feito
e tome, noutro mundo, o meu lugar…”
Poema Já estou a ficar velho de António Franco Alexandre

VARIAÇÕES ERRADAS
inculeme, inculome

incólume

Advertisements
Publicado em Palavra

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Recebe no e-mail: clica aqui
Comentários Recentes
José Fonseca em a, á, à, ou há?
Leandro em a, á, à, ou há?
Brenno Aires em a, á, à, ou há?
Mafalda Coelho em a, á, à, ou há?
Bernardo V. Rezende em Como Ler Dicionários – Ab…
  • 1,605,625 visitas
%d bloggers like this: