Germano

descendente do mesmo pai e mãe
verdadeiro, puro, não alterado, genuíno
referente à Alemanha, alemão
adjetivo / nome masculino

ETIMOLOGIA
Do latim germānus: inteiro, próprio, relativo a irmãos e irmãs

FONÉTICA
ger·ma·no
sotaque de São Paulo: ʒeɾ.mˈə.nʊ
sotaque de Lisboa: ʒɨɾ.mˈɐ.nu

UTILIZAÇÃO
“Na alta Idade Média, em que a Igreja era efectivamente, acima de tudo, uma ménagerie, dava-se caça de preferência aos mais belos exemplares da «besta loira» – «melhoravam-se», por exemplo, os germanos nobres.” Friedrich Nietzsche em O Crepúsculo dos Ídolos

ATENÇÃO
Germano também pode ser um nome próprio

germano

Na categoria Palavra

Repertório

inventário, catálogo
lista, conjunto, compilação ou coleção de coisas
conjunto de conhecimentos
nome masculino

ETIMOLOGIA
Do latim repertorium: inventário, lista

FONÉTICA
re·per··ri·o
sotaque de São Paulo: xe.peɾ.tˈɔ.ɾjʊ
sotaque de Lisboa: ʀɨ.pɨɾ.tˈɔ.ɾju

UTILIZAÇÃO
“O mundo é o repertório das nossas possibilidades vitais. Não é, pois, algo à parte e alheio à nossa vida, mas é a sua autêntica periferia.” José Ortega y Gasset 

VARIAÇÃO
também é usado reportório

repertório

Na categoria Palavra

Supérfluo

demasiado, a mais, excessivo
desnecessário, inútil
que não é essencial
adjetivo / nome masculino

ETIMOLOGIA
Do latim super: acima, mais do que + fluō: fluxo

FONÉTICA
su·pér·flu·o
sotaque de São Paulo: su.pˈɛɾ.flwʊ
sotaque de Lisboa: su.pˈɛɾ.flwu

UTILIZAÇÃO
“O supérfluo é uma coisa extremamente necessária.” Voltaire

VARIAÇÃO ERRADA
supérfulo

supérfluo

Na categoria Palavra

Depreender

chegar ao conhecimento de algo
chegar a uma conclusão
perceber, entender, compreender
deduzir, inferir
verbo

ETIMOLOGIA
Do latim dēprehendere: capturar, confinar

FONÉTICA
de·pre·en·der
sotaque de São Paulo: de.pɾi.en.dˈe
sotaque de Lisboa: dɨ.pɾjẽ.dˈeɾ

UTILIZAÇÃO
“Depreender sentimentos sublimes, ficar defronte a realidade, olvidar a tristeza, e obter a felicidade!” Gabriela Carvalho Ribeiro

VARIAÇÃO ERRADA
não confundir com desprender: soltar, desatar, desligar

depreender

Na categoria Palavra

Evocar ou Invocar

evocar ou invocar

As duas palavras estão certas dependendo do contexto.

EVOCAR
reproduzir na imaginação
lembrar, relembrar
chamar para que apareça

EXEMPLOS
“As vezes basta um cheiro para evocar o passado.”
“A cerimónia teve o propósito de evocar e homenagear as vítimas do acidente aéreo.”

INVOCAR
pedir auxílio ou proteção de algo ou alguém
suplicar, implorar
recorrer ao exemplo ou testemunho de algo ou alguém

EXEMPLOS
“Tenho de invocar o auxílio de todos os santos e anjos para passar neste exame.”
“Foi preciso invocar o exemplo de um caso anterior de tragédia para que os alunos percebessem a gravidade da situação.”

 

 

Na categoria Palavra, Prontuário ortográfico

Espontaneidade

qualidade do que é espontâneo
simplicidade, naturalidade, originalidade
nome feminino

ETIMOLOGIA
Do latim sponte: livre, voluntário, de boa vontade

FONÉTICA
es·pon·ta·nei·da·de
sotaque de São Paulo: is.põ.ta.ne.dˈa.di
sotaque de Lisboa: iʃ.põ.tɐ.nɐj.dˈa.dɨ

UTILIZAÇÃO
“A desconfiança faz as pessoas perderem a espontaneidade e a frescura, tornando-se cínicas e tortuosas.” José António Saraiva

VARIAÇÃO ERRADA
espontaniedade

espontaneidade

Na categoria Palavra

Aleatório

que depende de acontecimentos imprevisíveis
sujeito a incertezas
casual, fortuito, incerto
adjetivo

ETIMOLOGIA
Do latim āleātōrius: relativo ao jogo de azar

FONÉTICA
a·le·a··ri·o
sotaque de São Paulo: a.li.a.tˈɔ.ɾjʊ
sotaque de Lisboa: ɐ.ljɐ.tˈɔ.ɾju

UTILIZAÇÃO
“O sucesso é um bocado aleatório, pode-se ter sucesso em coisas que não valem nada e não ter sucesso por coisas maravilhosas que se fazem.” Rui Morrison

VARIAÇÃO ERRADA
alheatório

aleatório

Na categoria Palavra
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 66 outros seguidores